Notícias e Dicas

A importância do acompanhamento médico antes, durante e após a gestação

Terça, 04 Janeiro 2022

 

Dar à luz é um ato de amor e carinho, mas também é um ato que requer muito cuidado. Tanto a mãe quanto o bebê precisam de atenção especial antes, durante e após o período de gestação, o que inclui um bom acompanhamento médico. Se você está para se tornar mãe ou acabou de ter seu filho, não deixe de buscar esse apoio.

Não é apenas uma questão de garantir que a criança nascerá mais saudável, mas também garantir o seu bem-estar enquanto mãe. Você merece toda a atenção do mundo durante esse momento e deve se cuidar primeiro para poder cuidar de um bebê.

Acompanhe e veja mais sobre a importância do acompanhamento médico no período de gestação.

O preparo para um parto mais saudável

Enquanto o bebê ainda está na barriga, o corpo da mãe trabalha noite e dia para nutri-lo e garantir que ele estará pronto para sua chegada ao mundo. Por isso que a mulher grávida precisa se alimentar e se cuidar por duas pessoas nesse período.

Além de acompanhar o desenvolvimento do bebê, o médico também deve acompanhar o estado de saúde da mãe. Isso inclui acompanhar a sua dieta, suas atividades físicas e, claro, como ela está se sentindo.

Também é importante tratar doenças e sintomas que possam afetar mais diretamente a gestação e o momento do parto. Muitos problemas, como anemia, podem levar a riscos severos à saúde da mãe quando chega a hora de dar a luz. Por isso é melhor mantê-los sob controle nos meses anteriores.

Um recurso comum aqui é o plano maternidade. Ele permite que a mãe e a família parcelem as despesas do parto com antecedência, já se preparando para o grande dia.

Procedimentos corretos para a saúde da mãe e do bebê

Hoje em dia, há cada vez mais procedimentos para garantir que o processo de parto seja simples e humanizado. Algumas mães preferem que ele seja espontâneo. Quando o bebê quiser sair, ela já estará pronta para ir ao hospital e direto para uma sala esterilizada.

Também há casos em que o parto é planejado. Ele pode ser induzido através de remédios, os quais estimulam o processo de nascimento, ou pode ser uma cesariana, com o bebê sendo retirado através de um procedimento cirúrgico.

Geralmente o médico que acompanhou a gestação sugere o melhor método de acordo com o estado de saúde da mãe e do bebê. Claro, a opinião e os desejos da mãe devem ser respeitados nesse momento, pois seu conforto com a situação também será uma prioridade.

Acolhimento na recuperação pós-parto

Após dar a luz, não é surpresa para ninguém que a mãe esteja bem exausta. O que é um motivo ainda maior para continuar acompanhando-a depois da chegada do bebê. Nas primeiras horas, deve haver um chekup na saúde dos dois, para conferir se há necessidade de algum outro tipo de tratamento. E, claro, algumas visitas regulares para garantir que ela está se recuperando bem.

Quer continuar acompanhando nossas dicas? Então assine nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades em primeira mão.