Notícias e Dicas

Você sabe o que é o Teste da Linguinha?

Sexta, 16 Março 2018

 

Língua presa é uma alteração comum, mas muitas vezes ignora­da. Ela está presente desde o nascimento, e ocorre quando uma pequena porção de tecido, que deveria ter desaparecido durante o desenvolvimen­to do bebê na gravidez, permanece na parte de baixo da língua, limitando seus movimentos.

O teste da linguinha é um exame padronizado que possibilita di­agnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa que podem comprometer as funções exercidas pela língua: sugar, engolir, mastigar e falar.

Como fazer o teste da linguinha

O teste da linguinha deve ser realizado por um profissional da área da saúde qualificado, como por exemplo, o fonoaudiólogo. Ele deve elevar a língua do bebê para verificar se a língua está presa, e também observar o bebê chorando e sugando. O exame não tem contraindicações. Recomenda-se que a avaliação do frênulo da língua seja inicialmente re­alizada na maternidade. A avaliação precoce é ideal para que os bebês sejam diagnosticados e tratados com sucesso.

Resultado

Existem graus variados de língua presa, por isso a importância de haver um teste que leva em consideração os aspectos anatômicos e fun­cionais para fazer um diagnóstico preciso e indicar a necessidade da re­alização do “pique no frênulo que está preso na língua”. Se o resultado da avaliação do protocolo indicar a presença da língua presa, o procedimen­to de liberação do frênulo lingual, popularmente conhecido como “pique na língua”, deve ser realizado por um profissional médico ou dentista.

Quanto mais cedo, melhor

É importante que seu bebê faça o exame o mais cedo possível, preferencialmente no primeiro mês de vida, para que se descubra, com a maior antecedência, se tem língua presa, evitando dificuldades na ama­mentação, possível perda de peso e, principalmente, o desmame precoce, com introdução desnecessária da mamadeira. Seguir essas recomendações faz toda diferença para a amamentação e consequentemente para a boa saúde do seu filho.

PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Ajude a detectar as alterações do frênulo lingual

Recomende o Teste da linguinha: é eficaz, rápido e não dói.

Quando um bebê nasce com o frênulo lingual alterado, normal­mente parentes próximos podem apresentar o mesmo problema. Por falta de informação, muitos sofrem em silêncio as várias dificuldades que essa alteração pode causar. Há bebês com dificuldades para mamar, causando estresse tanto para ele quanto para a mãe; crianças, jovens e adultos com dificuldades na mastigação/deglutição e alterações na fala, afetando a co­municação, o relacionamento social e o desenvolvimento profissional.

Além disso, diferentes movimentos da língua como, por exemplo, limpar a cavidade oral, lamber sorvete e beijar podem ser difíceis de re­alizar.

Infelizmente, até hoje, alguns profissionais defendem que alter­ações do frênulo lingual não existem, não afetam a amamentação, não causam desconforto para a mãe, não prejudicam a fala, e que vão corri­gir-se sozinha, sem tratamento. Isso não é verdade! Publicações científi­cas recentes em todo o mundo têm estudado a interferência da “língua presa” nas funções de sucção, deglutição, mastigação e fala.

Como realizar o Teste da linguinha

O Teste da linguinha é realizado por meio da aplicação do Proto­colo de avaliação do frênulo lingual com escores para bebês. Este protocolo é dividido em história clínica, avaliação anatomo­funcional e avaliação da sucção não nutritiva e nutritiva. O protocolo tem pontuações independentes e pode ser aplicado por partes, até o 6º mês de vida.

PAIS E RESPONSÁVEIS

Peça o teste da linguinha: é eficaz, rápido e não dói. 

Onde fazer: Hospital Vale do Araguaia e Clinica HVA. Fonoaudiólogo Audiologista Evanildo Peres.

 

Fonte: Martinelli RLC. Relação entre as características anatômicas do frênu­lo lingual e as funções de sucção e deglutição em bebês [dissertação]. Bauru: Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo; 2013.